Total de visualizações de página

domingo, 6 de setembro de 2009

Pares Imperfeitos.



Andei pensando nas diferenças e nas expectativas que as pessoas colocam umas nas outras.
Claro não cheguei a nenhuma conclusão, mas pude descobrir e perceber traços quase invisíveis de repetições, mas que fazem grandes diferenças.
Normalmente quando terminamos uma relação imediatamente apontamos o dedo para o outro ou por que já é um habito que nem acordar e escovar os dentes ou porque é mais fácil do que olharmos para as nossas falhas, assim não temos que mudar e seguimos dando com a cara no chão a culpa vai continuar a ser do outro.
Felizmente para mim não tenho esse hábito e de tanto ter dedos apontados para mim desde sempre acabei me acostumando a um outro habito, o de ser sempre a culpada.
Tudo bem ate que gosto disso.
Me tornei uma pessoa praticamente inviável no setor convivência só consigo fazer isso com minhas filhas (por que sou eu quem manda hehe) e com meus animais por que eles não têm escolha rs
Criei várias manias quase toc.
Impossível alguém entrar no meu banheiro de sapatos, sentar na minha cama com roupa da rua, usar meus cremes então pode dar ate morte.
Saio do banho e tenho um ritual de quase 40 minutos de cremes.
Cremes para bunda, cremes para celulite, creme para parte interna da coxa e outro para a externa, creme para a barriga e finalmente depois de todos esses um hidratante geral por cima de tudo.Ai começam os do rosto, são três.
Não repito roupa para dormir isso independente de estar ou não acompanhada. Imagina se morro dormindo e sou achada vestida de qualquer jeito?
Não falo quando acordo e demoro cerca de meia hora para acordar
Detesto quem fala bom dia, pelo menos antes do meu café.
Não gosto de telefone e acho sempre que as pessoas deveriam ter a obrigação de saber isso, evitando de me ligar .Excerto em caso de urgência(urgência pode ser uma super fofoca ou alguem que morreu)
Bom mesmo é falar com a minha marida por que ela não ouve nada do que digo também não escuto o que ela fala, quando não temos mais vontade de falar desligamos uma na cara da outra sem ressentimentos e tudo bem.
Fora minhas manias, claro que não estão todas aqui tenho o probleminha com a rotina.
Falar tudo que se pensa também não é muito bom em uma relação. Ninguém espera que você diga realmente o que pensa ou sente e quando faz pode ter certeza que terá problemas.
Alem dessas coisas não gosto do que normalmente se espera que mulheres gostem deixando os parceiros menos hábeis sem saber o que fazer, ou seja, me torno uma pessoa difícil de agradar.
Mas só para os pouco criativos rsrsrsrs
Jantares românticos, flores e declarações podem me dar sono, mas como já disse aqui sou romântica só não gosto do lugar comum.
Um "amigo" me disse que uma pessoa que se apaixonou tantas vezes como eu, obviamente é uma pessoa romântica.Concordo.
Já tive demonstrações de romantismo até bem criativas, dessas gostei.
Teve um “marido” o que “casei” na Índia que mandou um avião passar duas vezes do Recreio ao Leme puxando uma faixa nada discreta escrita: feliz 2007 comigo
Foi bem romântico eu achei, mas nada apropriado também, já que eu era casada e não era com ele.
Teve um outro que escreveu que me amava no chão da rua na frente da minha casa, eu teria adorado se eu não morasse na esquina da casa do meu pai.
Ah teve um que escreveu um livro, na verdade começamos um romance meio complicado já que eu tinha um marido e um “achante” de marido que atrapalhavam um pouco.
Esse eu não gostei não.
Fui para Búzios e a cada capitulo do livro ligava para ele histérica.
Como ele podia me expor tanto assim (eu me exponho, mas ai é problema meu).
Esse devia ser doido mesmo já que termina o livro casado com duas mulheres e as duas sou eu
Duas de mim?
Ele disse que estava eternizando o nosso amor.
Quem quer um amor eterno?
Mas as declarações que mais me marcaram foram às feitas com simplicidade, olhos nos olhos com verdade.
Coisas que só se sente uma vez pelo menos uma de cada vez rsrsrs

Bom o fato é que percebi que todas as relações que não deram certo foram única e exclusivamente por minha responsabilidade.
Sorte a minha ter chegado a essa conclusão, já que só podemos mudar alguma coisa quando sabemos que ela existe.
E quando queremos claro rs

Mas uma coisa é fato não quero ficar na mesmice como vejo muitas pessoas, não quero estar casada pensando em outras aventuras, qualquer coisa que de ânimo a minha vida chata e cheia de rotina.
Para ficar assim melhor ficar sozinha
Todos meus amores foram intensos e cheios de altos e baixos, sempre me tirando o ar, mas quando o ar sobra é hora de partir para outra.
Nunca tive mêdo de recomeçar desde que esse recomeço seja em busca de felicidade
Convenções familiares, conta conjunta e filhos nada disso é o bastante para eu abrir mão da minha felicidade.

Então continuo não acreditando em pares perfeitos, mas cada dia acredito mais na perfeição dos olhos nos olhos.



Ps Pares imperfeitos podem ser os melhores.

10 comentários:

  1. srsrsrsr...esse post tá bem animado..Também detesto quando alguém senta na minha cama, se tiver de calça jeans...piorou, sou capaz até de ser grossa.Vamos combinar, né? Quarto é muito pessoal. Queria tanto conseguir ser igual a maioria dos casais normais, levar um vidinha pacata...mas não consigo, meu casamento durou 6 anos por isso...gosto de emoções fortes, aí vem a chata da terapeuta e fala reinventa a paixão. Até tentei , mas foi ridículo . Acaba que apaixono por outro o ex sai machucado, sequelado.
    É a vida!!!

    Marida merece todos ás homenagens, e finalmente ela postou...beijosss

    ResponderExcluir
  2. Ana, o melhor e mais perfeito par é o olhos nos olhos, que dá falta de ar, que nos faz sentir viva, com vontade de ser bonita, feliz, cheirosa, cremosa e com nossos rituais .... senão for assim... a gente corre atras, bjs no coração

    ResponderExcluir
  3. Constança T. Teixeira de Freitas16 de setembro de 2009 01:31

    Ohh my God!!!
    Tem coelho nessa "toca"..


    ai..ai..ai

    ResponderExcluir
  4. O importante é ser bonita. Mulheres feias, como eu, nao tem muita sorte no amor. mas você é bela, Ana Karina.
    beijo
    Felicidades

    ResponderExcluir
  5. Ana Karina você pode fornecer o nome da sua terapeuta e como localizá-la? Att.

    ResponderExcluir
  6. Adriana não tenho terapeuta.Elas nunca concordavam comigo rsssrs

    ResponderExcluir
  7. APENAS UM COMENTÁRIO...DEPOIS DE TUDO QUE PASSOU ONDE ESTÁ DEUS NA SUA VIDA ,POIS ATÉ AGORA NÃO VI VC FALAR DELE...AQUELE QUE TE TIROU DAQUELA VIDA,OU SERÁ QUE FOI VC QUE SAIU,OU SERÁ QUE SAIU ? SAIR DAS DROGAS QUANDO QUER É FACIL,ATÉ EU SAÍ...QUERO VER É MUDAR DE VIDA...

    ResponderExcluir
  8. Olha só anônimo ou anônima,você realmente não me pegou em um bom dia.
    Se eu parei ou se mudei isso é um problema meu.Não ganho dinheiro para falar por ai que não uso mais drogas.
    Isso é uma escolha minha´e so "escolhi" parar pq tive vontade ponto final
    Quanto a Deus não tenho duvida de que sou uma das prediletas dele,mas deixa Ele fora disso,que com Ele eu me entendo.


    So me falta essa.............

    ResponderExcluir
  9. Jorge De Figueiredo13 de novembro de 2009 17:23

    Meu Eterno Amor, o avião passou 3 e não 2 vezes mas amei e amo vc não ter esquecido, pena foi que não ficou comigo o resto dos anos. Vc me consegue sempre fazer chorar de emoção, emoção essa que nunca vou deixar de ter. Muitos beijos do seu marido por 3 encarnações, Jorge

    ResponderExcluir
  10. Jorge De Figueiredo13 de novembro de 2009 17:27

    P.S. Foi "ANA KARINA FELIZ 2006 COMIGO AMO-TIII JORGE" não 2007 como vc fala no blog, 2007 foi quando eu voltei desgostoso de amor pra Portugal.
    TIII por muito tempo

    ResponderExcluir